O Assédio Psicológico O Assédio Psicológico

Escolha um tópico Apresentação O que é? O que o causa Como se desenvolve Quem assedia e é assediado Que efeitos tem Links Bibliografia Questionário O que o alvo pode fazer Enquadramento legislativo


Que efeitos tem

Leymann defende que o assédio psicológico pode ser visto como um tipo extensivo e perigoso de stress social. Assim, podemos considerar que o assédio psicológico acarreta os mesmos efeitos negativos que o stress tem sobre os directa e indirectamente envolvidos:

A vítima:
— perturbações físicas (problemas cardíacos, gastro-instestinais, musculares, insónias, cefaleias, etc.);
— perturbações psicológicas (por exemplo, dificuldades de concentração, perdas de memória, depressão e, em casos mais graves, paranóia);
— prejuízos na área profissional (ser despedido, não ser promovido, ter a imagem profissional danificada, etc.);
— prejuízos na área económica (devido, por exemplo, ao absentismo, despedimento ou aos custos com medicamentos e tribunais);
— perturbações familiares (afastamento dos filhos, divórcio, etc.);

As testemunhas:
embora não estejam directamente envolvidas, as pessoas que presenciam ou tomam conhecimento das situações de assédio psicológico podem apresentar muitos dos sintomas apresentados pelas vítimas, devido, por exemplo, ao medo de se tornarem vítimas.

A família e amigos da vítima:
mais cedo ou mais tarde, as perturbações físicas, psicológicas e económicas que a vítima sofre acabam por afectar todas as pessoas com quem tem relações afectivas. A tendência para a vítima se isolar, a sua irritabilidade e a falta de dinheiro geram, frequentemente, grandes conflitos.

A empresa:
— diminuição do envolvimento e motivação;
— diminuição da eficiência devido ao absentismo e ao mal-estar geral que se instala;
— perda de oportunidades de negócio e de criatividade;
— clientes insatisfeitos;
— acidentes de trabalho;
— custos com despesas médicas e jurídicas, seguros, etc.

A sociedade:
— custos com medicamentos e baixas médicas;
— reformas precoces;
— subsídios de desemprego;
— perda de impostos e contribuições (do indivíduo e da empresa), etc.

voltar acima

© 2018 M. Vilas-Boas